segunda-feira, 18 de setembro de 2017

SAPATO VELHO

Zildo Gallo

Imagem: blog.nagueva.com

A felicidade é um sapato novo
Confortável feito sapato velho?
É o território das impossibilidades...
Pés já muito... muito... muito andados
Clamam pela maciez de sapatos
Já tão andados quanto eles.
Todavia, sempre se deseja o novo,
O muitíssimo novo,
A mimetizar o bem velho e bem usado.
É o território dos desejos paradoxais...
Não seria a felicidade um sapato velho,
Ainda em bom estado, andando firme
Nos pés que conhecem o bom caminho
E o bom e seguro caminhar?
Esse é o território da aceitação...
Então, onde caminha a felicidade?
Contudo, sempre é preciso caminhar...


quinta-feira, 14 de setembro de 2017

BONECA RUSSA (Matriosca)

Zildo Gallo


Tenho todas as idades
E também todos os tamanhos
Do bebê à maturidade.

Todas vivem dentro de mim
Da mais frágil à mais forte
Em perfeita e protetiva sucessão.

Somos todas bem parecidas
Mas cada uma tem sua história
Em segredos bem escondida.

Somos muitas e somos únicas
E nossa força é a nossa unidade
Inseparáveis que sempre somos.

Sou a criança já bem distante
A jovenzinha florescendo em sonhos
E a matriarca comandando a vida.

Sou apenas um retrato bem colorido
De cada alma em trajetória única
Neste mundo tão diverso e único também.


terça-feira, 12 de setembro de 2017

O LOUCO E O TARÔ: elogio à loucura.

Zildo Gallo


Na minha cabeça carrego o vento
Na minha trouxa carrego o vazio
Nas minhas pernas carrego caminhos.

Minhas roupas são bem mais velhas
Que minh'alma leve e solta
Alma que vaga para lá e para cá.

Caminho como assombração no mundo
Brincando sem compromissos
Sempre pronto para mudar a rota.

Meu cachorro me segue fiel
Canina fidelidade e puro afeto
Nada lhe peço e tudo ele me dá.

Sigo meus passos como quem vai
Sempiternamente a lugar nenhum
Todos os lugares são lugares meus.

Minha loucura é o ingênuo susto
De quem ainda não se encaixou
No mundo dos quereres e fazeres.

Andarilho, caminho sob a luz do Sol
Mas, lunático que sou, tenho a cabeça
No mundo secreto da Lua noturna.