segunda-feira, 24 de abril de 2017

VENTO (passa o tempo)

Zildo Gallo


A menina corre ao vento
cabelos soltos
aéreos
gira-rodopia
salta-canta-grita
e subitamente para
e, sozinha, vê-se:
ridículo!
o vento passou...

O tempo...
implacável...
levou a brisa para longe...
muito longe...
da menina que rodopiava
de alegrias
muitas alegrias
sem qualquer motivo.

Zildo Gallo - Americana, 26 de outubro de 1975


Nenhum comentário:

Postar um comentário