sexta-feira, 4 de novembro de 2016

RESENHA: Sobre "A história das coisas", agora o livro.

Zildo Gallo


Muitos leitores já devem ter visto o vídeo The Story of Stuff (A História das Coisas), que se tornou um fenômeno na internet e foi traduzido em muitos idiomas, sendo acessado por milhões de pessoas no mundo todo. O filme é um desenho animado bem curto (20 minutos) e pode ser acessado na sua versão em português no seguinte endereço: https://www.youtube.com/watch?v=MWUHurprTVA. Ele trata de como pode ser possível enfrentar os danos ambientais provocados pelo consumo humano sem limites e predatório.

Diante do sucesso extraordinário do vídeo, Annie Leonard, lúcida jornalista e cientista ambiental americana, produziu o livro A história das coisas: da natureza ao lixo, o que acontece com tudo que consumimos. O seu livro foi editado no Brasil pela Zahar em 2011 e representa o trabalho incansável da autora que passou décadas rastreando o tráfico internacional de lixo, combatendo a prática da sua incineração e estudando em profundidade a economia dos materiais em muitos países.

Annie Leonard analisa os cinco estágios da economia de materiais: extração, produção, distribuição, consumo e descarte, descrevendo os seus impactos sobre a natureza e sobre a humanidade, apontando os limites num planeta finito de uma forma de consumo que se pretende infinita. De quantos planetas Terra precisamos para atender os desejos artificialmente criados pelas corporações multinacionais nos corações e mentes dos consumidores? A resposta a esta questão é fundamental no atual estágio da história da humanidade.

Neste livro polêmico, ela aprofunda o tema do vídeo e explica detalhadamente a origem das matérias-primas e como os bens são produzidos, distribuídos, consumidos e descartados. Apesar do grande mal que a autora aponta na moderna economia de materiais, ela se apresenta de forma otimista, mostrando que está ao alcance de todos redirecionarem os rumos desse sistema econômico desperdiçador e poluidor, propondo alterações no modo extrair-fazer-descartar e também mudanças mais simples no dia a dia das pessoas, de modo a tornar o consumo de bens mais sustentável.

Sugiro para aqueles que já viram o vídeo que leiam o livro. Trata-se de leitura indispensável a todos aqueles cidadãos que estão verdadeiramente preocupados com este momento delicado da história ambiental do nosso planeta. Àqueles que ainda não viram o vídeo, sugiro que o façam e logo em seguida leiam o livro.
           
Referência

LEONARD. Annie. A história das coisas: da natureza ao lixo, o que acontece com tudo que consumimos. Rio de Janeiro, Zahar, 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário