quinta-feira, 28 de abril de 2016

É JUSTO? (1)

ZILDO GALLO

Garimpar imagens na internet e compará-las pode ser um bom exercício para compreender o mundo nos dias de hoje. Muitas vezes as imagens falam por si mesmas, como nas fotografias de Sebastião Salgado, por exemplo, mas elas podem (servem) para ilustrar crônicas e poemas como é o caso do meu poema "Parto Prematuro", que também poderia chamar-se "Predestinação". Em 1979, quando escrevi este pequeno poema, não havia a internet com a sua abundância de imagens disponíveis de todo o nosso planeta. As imagens podem ajudar na compreensão de textos, podem? Às imagens e ao poema!

POUQUÍSSIMOS MORAM ASSIM

MUITÍSSIMOS MORAM ASSIM


PARTO PREMATURO

Nascer no quarto-sala-cozinha
de terra batida
cheirando a molhado;
nascer na alcova
adornada
cheirando a rosas
compradas no florista.

Zildo Gallo - Americana, SP, 20 de novembro de 1979


Nenhum comentário:

Postar um comentário